Buscar
  • Marcia Bonome

REFLEXÃO : DOR E DELÍCIA DA VIBE ESCORPIANA




A Sombra da Sombra!

Muito simples lidar com as nossas, não é mesmo?

Como lidar com a Sombra que o outro projeta em nós?

Quando nos posicionamos revestidos de película antirreflexo?

Seria possível com esta película repelir este momento que pode trazer:


Perversidade

Angústia

Agonia

Medo?


E claro que a Sombra do outro vai convocar a nossa!!!!

Momentos de encontro de Sombras, projeção mútua.


O mais comum, óbvio e esperado é nos deixarmos levar pela emoção.

Manifestando-se através da:


Ira

Ódio

Raiva

Desespero

Insegurança


Bile espirrando para todos os lados!!!!


Superfície – Profundeza

Luz – Sombra

Dia – Noite

Lua – Sol


Essa viagem emocional, psicológica e física através da Barca Escorpiana é poderosíssima e riquíssima.

A viagem não vai ser linear!

Não mesmo!!!

O Mar vai estar Agitado.


A Noite pode estar com Névoa.

O Dia pode estar Nublado

A Luz pode estar Fosca.

A Sombra pode se mostrar maior!


No velejar da nossas Marés, no percurso da nossa viagem aqui neste Planeta, vamos aprendendo a nos manter em pé na Proa dessa Barca Escorpiana.


Vários mergulhos e engasgos, tombos, quedas, escorregões, etc...

E cada vez mais vamos aprendendo a respirar debaixo d'água, assim como; quando dentro dos úteros que nos acolheram, percebíamos as ondas, as marolas externas, e na maioria das vezes através de sutis ressonâncias...

Por consequência aprendendo a surfar em Alto-Mar-Interior!!!


E cada vez vamos sentindo mais e mais a Brisa, o movimento das Marés e os bons Ventos!

Vão surgindo:


Arco Iris

Céu Azul

Sol

Esperança

Amor

Amizade

Solidariedade

Tudo surge mais nítido, mais claro e mais colorido do que antes.


Até que surge outra tempestade, ainda maior e em Alto Mar...

Mas desta vez escolho observar antes de me precipitar e me atirar na onda gigante, afinal já quase afoguei várias vezes... E haja Fênix para renascer!


Desta vez consigo surfar (e afirmo que só desta vez, pois devemos ficar atentos a cada instante e a cada novo dia para não nos deixar levar pela emoção...) na Proa, desequilibrando lógico e simplesmente observo a revolta, o tamanho e a força desta nova onda.


Todas as marcas e cicatrizes conquistadas até então irão continuar visíveis.

Superficiais ou profundas , elas doeram muito e deixaram memórias, registros e gatilhos...


Que elas nos sirvam para que as memórias/registros/gatilhos nos impeçam de criar mais feridas, que irão levar tempo para cicatrizar, parar de doer, desinflamar, etc...


Chega um momento que as marcas precisam servir de bálsamo para nos curar e o veneno virar o remédio.


@pensarastrologico por Marcia R Bonome



0 visualização0 comentário